#37 PELO DOURO ATÈ AO TEJO (por Espanha)

saída de Braga- Portugal kms 57428

 Escolhi novamente passar naquela que considero a paisagem mais bonita do mundo, "O Alto Douro Vinhateiro" fazendo a descida de Amarante para a cidade da Régua. (ver mapa)
depois prcorri a famosa N222 até Vila Nova de Foz Côa.


Douro river

Douro, vistas da N108 perto de Eido, com as vendedoras de fruta.





Alto Douro Vinhateiro , vistas do alto (Perto de Ervedosa do Douro)

Eu & Daenerys , no mesmo local que a foto anterior


A mania de entrar em maus caminhos ... (perto da Senhora da Estrada, Alto Douro)



Vila Nova de Foz Côa, Uns quilometros mais à frente as Famosas Gravuras Rupestres


vale e rio Côa

Almendra


Figueira de Castelo Rodrigo


Almoço em Almeida, no Granitus

Comi Moelas, que não recomendo!

 Depois cheguei a Vilar Formoso e Espanha com entrada por Ciudad Rodrigo onde tomei a direção de Plasência, destino do primeiro dia, já que tinha de visitar um cliente na manhã seguinte. (assim se junta trabalho a lazer :-)

A merecida "Caña" já no Hotel "Ciudad de Jerte" perto de Plasência.

 Logo de seguida aproveitei o resto do dia na excelente piscina, do hotel, refrescando da caloraça que apanhei durante a viagem...
E... a tradicional visita à cidade, já em fim de tarde.

Que é monumental...e onde anda tudo  devagarinho




...Terra do "Iberico" azeites, queijos e outras coisas "exquesitas"



Fundada por El-rei de Castilla , Alfonso VIII



calle , a caminho da catedral


catedral



E mais una Caña, en Plaza 30

...Comi unas ancas claro

Quesos!!!!

Escolhi depois este para "cenar"

... veado con figos, cebola y alho negro e amendoas etc.. ... simplesmente divinal

No segundo dia , estrada novamente
 Depois de toda a manhã num cliente que demorou a encontrar, decidi ver um pouco da Extremadura, terra pobre mas muito bonita.

O TGV (AVE) en Espanha avança

Grande Embalse de José Maria Oriol

Cória, un café expresso

Zarza La Mayor, tierra de meu amigo J.P. Alcoba, onde atestei o deposito na AVIA de Julia Alcoba

Alcantara, Puente Romana do sec II

Alcantara, travessia da Ponte Romana, e sem pagar a portagem dos tempos romanos e medievais..

Alcântara , Centro Histórico

De novo nas Retas das estradas secundárias Extremeñas!

Portugal de novo, (ainda não descobri a diferença entre Rivera e Arroyo)
 Depois uma paragem em Castelo Branco, para visitar mais um cliente...e um refresco em Pampilhosa.
Um Panaché e uma sandes de lanche em Pampilhosa da Serra

E a desgraça, (grande incêndio de Pedrogão  Grande ) fruto da incompetência de quem 
nos governa , milhares de hectares ardidos, 64 vidas perdidas, 
(onde a temperatura na estrada subiu de 39 para 41 graus 
face à não existencia da vegetação local).
 Depois tomei Coimbra, e vim pela A1 até Braga, debaixo de um calor abrasador! 

Perto de Coimbra o conta-quilómetros marcava mais 800 que à saída no dia anterior e um fresquinho de 39,5 graus

2 comentários: